QUANDO EU FICO TRISTE...



Bem-vindos novamente, fiquem à vontade !

Hoje temos mais um vídeo da nossa biblioteca virtual... 


(Par visualizar melhor, vejam no modo "tela inteira")




Poema : QUANDO EU FICO TRISTE

Quando eu fico triste,

Corro logo pra brincar

Quando fico triste,

Meus avós vou abraçar

Quando fico triste,

Acho alguém pra conversar

 

Só que não é sempre que eu fico triste, não !

Mas quando fico triste

Brinco com meu irmão

Ou pego roupas de brincar.



Créditos:

"Roupa de Brincar"  
Eliandro Rocha (Ilustradora Elma) 
Editora "Pulo do Gato"


"Quando eu fico triste" 
Rafael Bortoni

Agradecimentos pelos comentários:

Lisy
Miguel (Professora Lóide)
Heitor 
Rafael (Professora Lóide)
Pedro
e também aos seus familiares

à Professora Edna

Comentários

  1. Legal,Rafa você escrever quando está triste, é uma maneira de se esvaziar

    ResponderExcluir
  2. É verdade ! A gente se sente mais leve ...

    ResponderExcluir
  3. Adryan esta adorando as histórias Rafa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que ele está curtindo ! Em breve teremos mais histórias ...

      Forte abraço !

      Excluir
    2. Que bom que o Adryan está participando dos momentos de história.

      Excluir
  4. Rafael quanta delicadeza! Puro amor e encantamento! Obrigada pela leitura da história e pelo Poema! O Artur (professora Ana Paula) e a família adoraram estes momentos singelos e especiais!

    ResponderExcluir
  5. Olá Artur e família, obrigado pelo carinho !

    A poesia e a literatura têm essa qualidade de gerar um olhar mais especial para a vida. Sinto-me realizado em estar colaborando com esses momentos singelos de compartilhamento de memórias, vivências e afetos. Por isso reforço sempre a importância da interação entre nós pois sei que todos vocês (crianças e adultos) têm o melhor para oferecer com seus compartilhamentos.

    Beijos e abraços !

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM ÀS CRIANÇAS

Viagem ao Espaço

TUM TÁ TÁ TUM TÁ TÁ